terça-feira, 8 de julho de 2008

Pensamento

A preferência já não é a unidade , o rigor geometrizante da rota das nossas vidas, a linearidade dos conhecimentos. Tudo isso tornou-se insípido , fatigante ,monótono e sem interesse. Curioso e hilariante é a fragmentação ,o descontínuo, o desconcertante ...que convida à investigação de cada detalhe surpreendente na cumplicidade da descoberta mútua.

2 comentários:

Fernanda disse...

Olá

Acho o texto muito elaborado e complexo para um pensamento,... sobre como desejamos encarar a nossa vida...lol

Fugir à rotina, criar expectativas e surpresas inesperadas,...para em conjunto descobrirmos o que nos liga aos outros,...sim,...é bem mais interessante que a unidade e a linearidade dos comportamentos..
lol

Verónica disse...

Provavelmente tens razão! Não me parece bem para um pensamento! Mas paciência!