quinta-feira, 2 de julho de 2009

Desesperado implora que soltem a mãe...


8 comentários:

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
em azul disse...

Li o cabeçalho antes da foto abrir... fizeste-me rir!

Andei esquecida...
Deixo um beijo
em azul

Sandra disse...

Só desgraças, quando é que a hstória termina com final feliz)
Beijo

Filomena disse...

Olá!

Estas fotos estão muito engraçadas e os títulos são muito giros!

Gostei que tivesses passado lá no meu mundo.

Beijinho


( vou passar a vir aqui muitas vezes)

Filomena

MARTHA THORMAN VON MADERS disse...

Seu trabalho é uma verdadeira poesia.
beijos.
Apareça por lá, tenho novidades.

Pedrasnuas disse...

SANDRA...AS DESGRAÇAS FAZEM PARTE DA VIDA...INFELIZMENTE

FILOMENA GOSTEI MUITO DA TUA VISITA ,ESPERO QUE TRAGAS CÁ A TUA FANTASIA...BEIJINHO

MARTHA QUE BOM VÊ-LA AQUI...
PASSO POR LÁ,SIM

AZUL ...VAI APARECENDO...

Parapeito disse...

um lobo que implora :) já nao se fazem lobos como antigamente...
A ver consegue sensibilizar os coraçoes de pedra :))

VANUZA PANTALEÃO disse...

O filho-lobo implora porque os fantasmas não vivem no exterior, mas no interior de sua mãe que deve ter um sentimento de culpa qualquer, talvez por ter criado um filho medroso com a falsa imagem de lobo...problema edipiano sério, só Freud!