quinta-feira, 16 de outubro de 2008

Filhos do vento


12 comentários:

em azul disse...

Sabe-se lá onde anda Deus!

Um beijo
em azul

Verónica disse...

Deus não se separa dos Homens,dizem alguns. Mas por aquilo que tenho presenciado... Não sou nem de muita nem pouca fé. Tenho a minha!
Fico a pensar se Deus não se terá saturado de nós,humanos? E se assim for não será legítimo?

Parapeito disse...

lembrei me ao ler...de algumas pessoas que dizem : Deus não dorme...
outras que dizem : Deus anda distraído...
outras ainda: que deus nao sabe para onde se virar...

sei lá eu...

Verónica disse...

Eu costumo dizer; Deus anda sempre comigo.
lol

Fernanda disse...

Se encontrasse este trabalho numa qualquer galeria exposto,...tenho a certeza que parava e pensaria:
Mas que trabalho espectacular...
Será, um original de Andy Wahrol??..
Olha, se há talentos escondidos, tu és um deles.
Os teus trabalhos, têm mensagem,...
Os teus trabalhos têm criatividade, qualidade e originalidade,...
São surpreendentes, porque são genuinos e reais...
O que transmitem, pode ter várias leituras, dependendo dos olhos de quem os vê.
É isso que distingue os artistas.

Olha, mais uma vez,...a surpresa é deliciosa, um doce para um fim de dia, demasiadamente azedo...:))

Obrigada por este passeio pelas artes...

Verónica disse...

Tu desta forma deixas-me sem jeito!
Eu um Andy? Fernanda estás com febre,precisas urgentemente de médico!lol
Os teus comentários são preciosos,toda a gente sabe disso!
Mas atenção! Nem tentes me comparar a um Andy!
os meus trabalhos não são assim tão!!!
É esse coração de amiga que vê esses adjectivos todos!
Fernanda cuida-te.Não te esqueças,ok?
lol

MARTHA THORMAN VON MADERS disse...

Deus está em nós!
passei aqui para desejar um bom final de semana.
beijos

Verónica disse...

Deus está onde nós permitirmos que ele esteja!
Bom fim de semana

João da Silva disse...

Ah, Verónica... só posso deixar-lhe meu abraço sincero.
E meus beijos, muitos deles.
João

Verónica disse...

Obrigada João!Bem vindo ao meu espaço!
Volter sempre que entender!A "casa" é sua!
Beijos

O2 disse...

Bonito trabalho, revela-te, e gosto do que vejo.

Eu sempre pensei em ter um filho e adoptar outro, mas para isso é preciso ter alguém ao lado que concorde, infelizmente não é o caso... enfim, apadrinhei uma criança num orfanato, e sinto que de algum modo ajudo alguém.

beijo

Pedrasnuas disse...

Compreendo 02.Eu nunca quis ter filhos! Nunca desejei embora todos reconheçam que tenho muito instinto maternal! Adoro os meus 2 sobrinhos e chega-me para me compensar!
lamento que não tenhas a teu lado alguém para ajudar na tarefa da EDUCAÇÃO! Educar é dar tudo!
Ser mãe ,ser pai não é fácil...é preciso ter VOCAÇÃO! Uma criança é uma grande responsabilidade!
O que fizeste é um acto de grande nobreza e valor!
Parabéns!