quarta-feira, 1 de abril de 2009

DESAFIO DE A. DINIZ



Lamento se nao soube ilustar a música...

8 comentários:

as velas ardem ate ao fim disse...

Eu gostei!

bjo grande

A.S. disse...

Eis um verdadeiro grito!
Quero dizê-lo. Gritá-lo aqui!
não imagem, não aspecto da figura
mas o incêndio de todas as imagens

Como dizer aqui o desejo da terra obscura
que escurece a virgindade, o seio
e impede a nudez absoluta, da pedra que ascende e ilumina?

Como dizer que tudo é nada na figura desfeita na terra putrefacta...
Esta resto impuro, onde se afunda a boca!


Felicito-vos pelo vosso talento! Sublime!


Beijos...

simplesmenteeu disse...

Entre o rugir do vento e o grito da terra, o expectante pensar do decifrador de sinais...
Ele próprio, a calar, a calar-se...
como simples observador...

Sublime, como muito bem disse o A.S.

Beijo grande

Pedrasnuas disse...

Peço desculpa por ter retirado o vídeo mas fui forçada a isso ,pois o mesmo estava a provocar alguns problema ao pc.
Grata pela atenção

Su disse...

jocas maradas de cores e gritos...sempre

tulipa disse...

Um grito de quem esteve muito tempo no silêncio.
um abraço
tulipa

ADiniz disse...

Boa Noite!

Haha!
Então o "Grito" se deu
no me deixa
que hoje estou de bobeiraaaaAAAAA!
Seu inconsciente é que gritou
por Munch e Da li, Salvo dor ! hehehehehe!
Gracias
Muito bom mesmo.
Abraços

Fernanda disse...

No mundo do sonho e da magia,... tudo é possivel.
Espero que o Grito,...não seja de terror,...mas de admiração pelo fantástico,...porque tu és fantástica no trabalho que fazes e nas ideias que tens.

A mim fizeste-me lembrar os filmes mágicos do Harry Potter...:))

Beijo